sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Pai Joaquim de Aruanda - "Não devemos lamentar o caminho "



Para mensagem em vídeo: 


Nos altos relevos se encontram as vistas mais belas. Mas para chegar até lá haverá sempre uma grande subida. E embora o trajeto possa ser inseguro, muitas vezes pesado, aquele que não lamenta sua sorte sempre terá a paz de encontrar ao lado a esplanada, o ponto de apoio, que trará alívio e paz para o descanso da caminhada já realizada. 

Mas ao ficarmos a olhar ao horizonte para ver a distância que nos falta a ser percorrida podemos nos entristecer e desistir de chegar até a bela vista que nos aguarda.  Por isso, aqueles que baixam a fronte ao chão que os avizinha andam com maior suavidade no coração, seguem com mais força. 

Sim, filhos, os humildes baixam a fronte para andar com mais leveza diante das dificuldades. Não olham tanto ao horizonte, nem ao que resta a caminhar. 

Quando baixamos a guarda pelas dificuldades que temos à frente e somos capazes de, com humildade, dar um passo de cada vez, a mente não será capaz de nos dizer que é impossível se chegar ao destino. Por isso que aquele que simplesmente caminha chega, enquanto aquele que vê um objetivo e o persegue, muitas vezes desanima e retorna. 

É isso que vim a lhes dizer, de maneira humilde e simples, que a beleza está no caminhar e aquele que não olha ao horizonte, mas caminha, vê tudo com resignação de quem se adianta à sorte da penumbra que poderá o perturbar. 

Vejam que os desafios se fazem mais leves aos humildes de coração, pois esses não ficam olhando ao horizonte, buscando um objetivo, eles andam com paz e humildade. E para estes há apenas o trajeto, não há a distância a ser percorrida. E embora o alívio possa não vir imediatamente, sempre haverá um próximo passo ou quem sabe uma sombra a se sentar. 

Tudo é simplesmente nossa vibração, filhos, porque é isso que faz a realidade. Aqueles que querem chegar a um lugar estarão muitas vezes a se queixar das dificuldades, a ansiar, mas não aquele que anda com resignação. Estes poderão encontrar um fruto no caminho, ou uma flor a o renovar com seu perfume. A felicidade é mais simples para aqueles que não olham muito ao horizonte, que olham ao chão, pois não olhar a distância permite caminhar sem resmungar. 

Por isso, filhos, sempre que estivermos a olhar ao horizonte, a criar objetivos, a ver imagens daquilo que almejamos, estaremos correndo o risco de cair no desanimo da vida. Mas quando o caminhar se liberta do horizonte esse risco não existe, pois a liberdade de irmos adiante sem esperar o onde ou quanto, apenas indo em paz, estará sempre nos renovando. Não há pressa para esses, não é? 

Esses sabem que sempre haverá uma forma de se chegar. Sempre haverá um atalho, alguém que ajude e estenda a mão, que os empurre. Então jamais estarão sozinhos, jamais estarão desanimados pelas dificuldades do caminho e simplesmente continuarão com confiança. 

Nesse estado de resignação darão um passo e outro, sem muito bem saber para onde, sem pensar quantos ainda virão. E para esses é mais simples que o universo dê um jeito de diminuir a quantidade de passos. E como isso é feito? Não há explicação como será! Basta continuar a caminhada. 

Aquele que lamenta sua sorte fecha as portas da providência, diminui o que vibra e dificulta o que poderá vir até ele. 

Então, filhos, que possamos caminhar com essa soltura, sem lamentações, sem olhar quantos passos foram dados e também quantos virão. E que tenhamos a humildade do coração de simplesmente caminhar, atentando-nos aos frutos do caminho para que, com gratidão, possamos saboreá-los. 

E que assim possamos caminhar com alegria e paz interior. Que estejamos guarnecidos com o melhor que o caminho nos oferece no agora, porque isso é tudo que temos. 

Pai Joaquim de Aruanda 
  
Thiago Strapasson – 04/01/2018 

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Porque ainda há escuridão em nosso interior? – Thiago Strapasson




A escuridão, o medo, não existem por si sós, pois são apenas a representação da ausência de algo. E a ausência não existe por si só, pois basta que haja luz que ela se dissipa. 

Por isso a treva não é algo palpável, existente, não é algo que se lute contra, pois é apenas uma ausência, algo que não existe, um vácuo de luz. 

Compreender nossas dificuldades interiores é falar sobre aquele ponto que ainda não compreendemos, não completamos e não iluminamos. É falar sobre a carência, sobre a ausência e sobre aquilo que não é e que, portanto, não pode ser destruído. Pois como se destrói algo que não existe? 

Aquele que luta contra sua escuridão está apenas buscando maneiras de apaziguar sua própria dor. Mas não percebe que as trevas são apenas um reflexo daquilo que não somos e que está apagado em nossa existência. 

Lutar contra a dor, a angústia, a ansiedade, o desamor, contra as trevas, significa apenas criar mais espaço ausente de luz. A treva precisa apenas ser iluminada e nada mais. Porque ela não existe por si só, e sim é apenas algo que negamos e deixamos de iluminar. 

É por isso que os Mestres de Luz não falaram de trevas, mas sim de iluminação. Eles iluminaram aquilo que estava apagado. E somente iluminamos o caminho quando falamos de luz, pois falar de trevas é falar sobre aquilo que não existe e está ausente. 

As trevas estão em nosso interior porque há pontos que não fomos capazes de iluminar, de banhar com nossa própria luz. São dons amortecidos que ficaram apagados em nosso interior e que nos conduzem à ira, à ganância, à soberba, à inveja e a tantos outros vícios que mostram apenas aquilo que precisa ser iluminado. 

É por isso que não adianta lutar contra nossos sentimentos, contra aquilo que somos. Se sentimos cólera, raiva, ódio, não somos capazes de lutar contra isso, pois significa apenas que tocamos um ponto de ausência de luz. Algo nos conduziu a um medo, a uma dor, a uma ausência daquilo que somos. E assim nos tornamos esse algo que não representamos. 

E é por isso também que não conseguimos modificar nossos comportamentos inferiores com facilidade, que sempre manifestamos os mesmos vícios ainda que haja um desejo sincero de modificação. É apenas algo que precisa ser iluminado, uma contradição. 

Mas então como iluminamos as trevas? Pois se somos amorosos e não raivosos porque repetimos esse padrão de cólera, de mesquinharia, de ganância, etc? Simplesmente porque tocamos nossas trevas interiores e não nos silenciamos a permitir a compreensão de nossas dores. 

É no silêncio, na compreensão de nossas dores, que buscamos a origem de nossas trevas. Não é lutando contra um sentimento, não é o negando. Mas sim o deixando aflorar, brilhar, que encontraremos a luz a iluminar nossas dores, a apagar nossas trevas. E assim nos faremos luz e a tudo a nosso redor. 

Thiago Strapasson – 31/12/2017 

Fonte: coracaoavatar.blog.br 

domingo, 29 de outubro de 2017

A Começar em Mim




A Começar em Mim Cedo me acordo, a oração É o coração que tá apertado Para ver um mundo diferente da notícia repetida da televisão Eu me pergunto onde é que foi Alguém me explica, por favor, onde é que foi Que nós desaprendemos a viver em união Quero ver mudar, mas se eu aqui só esperar Eu sou um deles, sou só um deles Minha oração só é real transformação se começar em mim Haja mais amor A começar em mim Amor que eu tanto quero ver A começar em mim Quem me perceber, que antes possa me reconhecer Me descrever em teu amor E se tivesse mais perdão Se no lugar de apontarem tantos erros Fossem estendidos mais abraços, mais olhares de aceitação Se não mais tanto tempo em vão Se nosso bem mais precioso não faltasse quando pra ouvir Pra entender o meu irmão Posso até sonhar, mas se eu aqui só esperar Eu sou um deles, sou só um deles Minha oração só é real transformação se começar em mim Haja mais amor A começar em mim Amor que eu tanto quero ver A começar em mim Quem me perceber, que antes possa me reconhecer Me descrever em teu amor

sábado, 12 de agosto de 2017

COBRA - "TORNAR VIRAL! MEDITAÇÃO PELA UNIDADE NO ECLIPSE DE 21.08.2017" - 02/08/2017



COBRA – COmpression & BReAkthrough (Compressão e Ruptura). 
 É hora de agir novamente! É hora de tomar o destino do nosso mundo em nossas próprias mãos! Todos concordamos que o processo de libertação planetária está demorando muito. Esta é a nossa chance de coletivamente acelerar este processo. Portanto, vamos usar a oportunidade do eclipse Solar no dia 21 de Agosto para criar um portal através, do qual unificaremos nossa consciência e iluminarmos o campo de energia ao redor do planeta.  

Tornem esse anuncio viral! Compartilhem em todo o mundo! Publique-o em seus sites e blogs. Convidem grupos espirituais para se juntarem a nós. Se conhecerem algum meio de comunicação alternativo, podem enviá-lo para eles. Criem grupos do Facebook para seus grupos locais de pessoas, fazendo isso em suas regiões do mundo. Também precisamos de um grupo principal no Facebook para este evento. Criem vídeos sobre esse evento e publiquem-nos no Youtube. 

Estudos científicos confirmaram os efeitos positivos das meditações em massa na sociedade humana. Deste modo, todo aquele que participar dessa meditação, realmente, poderá ajudar a abreviar o Evento e a Divulgação Completa sobre nossa existência. 

Esta meditação ajudará as Forças da Luz a ancorar a energia da Luz na superfície do planeta para fortalecer a grade de Luz, necessária, para acelerar o processo de Divulgação Completa e a Ascensão. O número de pessoas que fizer essa meditação é o fator mais influente no poder da população humana da superfície planetária para acelerar o processo. 

Poderemos alcançar a massa crítica de 144 mil pessoas fazendo essa meditação! Isso criará uma reação em cadeia massiva de energia no campo energético em todo o planeta. O foco será nos Estados Unidos, onde é necessária muita cura. 

O quadro astrológico para a nossa meditação mostra um poderoso e grande trígono entre o Centro Galáctico/Saturno/Lilith em Sagitário e Éris/Urano em Áries e Marte/Nó Lunar/Sol/Lua em Leão. O núcleo deste grande trígono é exatamente grande trígono do Centro Galáctico a 28 graus de Sagitário, Urano a 28 graus de Aries e o eclipse Sol/Lua a 28 graus de Leão. No eclipse, a energia do fogo elétrico da liberação fluirá do Centro Galáctico (o Pleroma) em todo o Sistema Solar e será canalizada através de Urano e do eclipse Sol/Lua, todos localizados em signos zodiacais de fogo. Portanto, nossa meditação no momento do eclipse tem potencial para um enorme avanço na superfície planetária, uma vez que é um momento de conexão mais direta com o Centro Galáctico. 

   

Desde 1918, este será o primeiro eclipse com seu caminho de totalidade passando pelos EUA continentais. Esse eclipse é uma ótima oportunidade para a tomada de uma decisão para a criação da unidade. A unidade dos indivíduos despertados é o catalisador mais poderoso para a libertação planetária. Por essa razão, Corey Goode e muitas outras pessoas estarão juntando forças para reunir a massa crítica de pelo menos 144 mil pessoas participando exatamente dessa meditação exata. 

Uma entrevista conjunta do COBRA/Corey (Goode) foi gravada especialmente para esta ocasião e será lançada em alguns dias.


 

A trilha da totalidade desse eclipse irá tocar o chão perto de Salem, Oregon às 10:18 da PDT e sairá perto de Charleston, Carolina do Sul às 2:47 pm EDT. Para as pessoas na parte Ocidental dos EUA, a fase total do eclipse já estará acabada quando a meditação começar. A meditação começará logo antes do momento do ponto máximo do eclipse e as pessoas no centro dos EUA estarão meditando diretamente através da totalidade. As pessoas na parte Oriental dos EUA poderão observar o eclipse total após a meditação.

O mapa da nebulosidade mostra que as pessoas na parte ocidental dos EUA têm a maior probabilidade de realmente ver o eclipse:  
  
 

Estaremos fazendo essa meditação no momento do máximo do eclipse Solar na segunda-feira, 21 de Agosto às 11:11 PDT em Los Angeles. Isso é igual a 8:11 pm EET no Cairo, 8:11 pm CEST em Paris, 7:11 pm BST em Londres, 2:11 pm EDT em Nova York, 1:11 pm CDT em Chicago, 12:11 pm MDT em Denver, 15:11 horas – Horário de Brasília e 19:11 h – Horário de Lisboa e 2:11 am CST na terça-feira, 22 de Agosto em Taipé.  
 SEGUNDA, 21/08 às 15:11 h (HORÁRIO DE BRASÍLIA) 19.11 h ( HORÁRIO DE PORTUGAL CONTINENTAL)   

O horário da meditação para seu fuso horário poderá ser visto aqui: 

Instruções: 

1. Use sua própria técnica para levá-lo a um estado relaxado de consciência. 

2. Indique sua intenção de usar essa meditação como uma ferramenta para acelerar o processo de harmonização e unidade para o planeta Terra e seus habitantes. 

3. Visualize um pilar da Luz emanado do Sol Central Galáctico, passando por todos os seres de Luz em nosso Sistema Solar, através do Sol e da Lua eclipsados e depois através de seu corpo, até o centro da Terra. Visualize outro pilar de Luz que se eleva do centro da Terra, depois, através do seu corpo e para cima, projetar-se no céu, para todos os seres de Luz em nosso Sistema Solar e nossa Galáxia. Agora, sentado em dois pilares de Luz, a Luz fluindo para cima e para baixo simultaneamente, mantenha estes pilares de Luz ativos por alguns minutos. 

 

4. Agora visualize uma suave energia feminina divina de cura cor-de-rosa, curando todas as pessoas do planeta de seus traumas passados, trazendo paz, harmonia, compreensão, abundância e unidade. Visualizem esta suave luz cor-de-rosa curando as mentes e corações de todas as pessoas em todo o mundo. Veja todos os Trabalhadores, Guerreiros da Luz e Teóricos da Conspiração, trabalhando em unidade para a criação da Nova Terra. Visualize os povos da Terra comemorando e participando alegremente da criação dessa nova realidade, onde todos possam obter o que precisam e escolham livremente viverem conforme seus desejos. 

 

O tempo sugerido para a meditação é de 15 minutos. 

A Deusa deseja unidade e unidade haverá de ser! 

Atualizações sobre a Meditação da Unidade: 

Autor: COBRA   
Quem é COBRA? Aqui 
Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge 
Veja mais artigos / entrevistas do COBRA Aqui